Categorias
Sem categoria

Reforma Tributária: o que sabemos até agora

Na última sexta-feira (25) o ministro da Economia, Paulo Guedes, entregou a proposta de Reforma Tributária à Câmara dos Deputados e isso mexeu com o ânimo dos mercados!

A bola já estava cantada (ao menos em parte), mas não se fala de outra coisa desde então.

Inclusive, postamos uma série de stories no nosso Instagram pra dar uma passada geral nos pontos.

Por se tratar de uma proposta e por requerer uma tramitação pela Câmara e Senado, ainda existe um grau de incerteza grande sobre o tema. Nesse sentido, continuamos estudando o assunto e participando de todos os fóruns possíveis para depreender as nuances. Participamos na noite desta segunda (28) de um papo de altíssimo nível com a XP e destacamos abaixo alguns pontos discutidos:

  • Existe um debate grande sobre não tributar o estoque, ou seja, aquilo o que já está alocado/investido. A solução seria aplicar as novas regras aos novos aportes/ investimentos.
  • Já existe sinalização para reduzir a tributação de dividendos de 20% para 15%, como todo o restante da linearização que foi feita na proposta. A impressão é de foram criadas “gorduras” para negociar o texto final.
  • Há uma possibilidade alta de judicialização da Reforma, dado todo o contexto político entre governo e oposição, CPI, vacinação, etc.
    A sensibilidade do time é que a Reforma passe pela Câmara, mas que esse trâmite será um pouco mais difícil no Senado. Ou seja, a discussão tende a se arrastar um pouco.
  • Fundos imobiliários: seguramente foi um dos assuntos mais comentados nas mídias sociais. Importante destacar que esse assunto não estava no texto que circulou na terça-feira (22), mas apareceu no texto final na sexta (25). Fica a impressão daquele assunto “jabuti”, não estava ali, mas alguém colocou… Causou estranheza, até porque um dos objetivos é taxar os grandes investimentos, e tributar os FIIs acaba atingindo os pequenos.

Enfim, muitas dúvidas ainda persistem, mas estamos buscando simplificar, pra você, tudo o que rola desse assunto, de forma que suas decisões possam ser devidamente fundamentadas. Até aqui, entendemos que as estratégias não devem ser alteradas!

Voltaremos com atualizações tão logo seja possível.

Uma excelente semana!